Tubulão

Elemento de fundação profunda, cilíndrico, executado com ou sem revestimento, manual ou mecanicamente. Pelo menos na etapa final da escavação, há descida de operário.
 
De acordo com o método de sua escavação, os tubulões se classificam em:
 
Tubulões a céu aberto
Poço aberto manualmente ou mecanicamente, acima do nível da água, em solos coesivos para que não haja desmoronamento durante a escavação. Se houver tendência de desmoronamento, o furo é revestido com alvenaria de tijolo, tubo de concreto ou tubo de aço. O fuste é escavado até a cota desejada, a base é alargada e preenchida com concreto. Após a escavação é feita a limpeza ou o esgotamento da água. Se o concreto tiver a plasticidade adequada, não há necessidade de utilizar vibrador.
 
Tubulões com ar comprimido
Tipo de fundação utilizada quando existe água. É necessário grandes profundidades e com possibilidade de desmoronamento das paredes. Nesta situação, a injeção do de ar comprimido nos tubulões impede a entrada da água porque a pressão interna é maior que a pressão da água. Assim, podem ser executados normalmente os trabalhos de escavação, alargamento do fuste e concretagem.
Para obras em que o terreno superior seja instável, ou dentro de lagos e rios, os tubulões podem ser revestidos com camisas de concreto ou de aço.
 
Controle de execução:
  • Locação do centro do tubulão;
  • Cota do fundo da base do tubulão;
  • Verticalidade da escavação;
  • Alargamento da base;
  • Posicionamento da armadura, quando houver, e da armadura de ligação;
  • Dimensões do tubulão;
  • Concretagem;
  • Tubulão a ar comprimido – pressão do ar no interior do Tubulão.
 
  • Estrada Itacolomi, 3005 - São Vicente - Gravataí/RS